Olimpíadas

Iraniano medalhista de ouro em Tóquio, é acusado de fazer parte de grupo terrorista

Foto: Ann Wang/REUTERS

O atleta medalhista de ouro, em Tóquio, no Tiro Esportivo, na pistola de ar de 10m, Javad Foroughi, foi acusado de ser um “membro atual e antigo” da Força Quds do Corpo de Guardas da Revolução Islâmica, designado como organização terrorista. A informação é do grupo United for Navid, que cobra ações imediatas do Comitê Olímpico Internacional (COI).

O United for Navid foi criado depois da execução de um lutador iraniano de nome Navid Afkari, e pede com frequência punições ao Irã por violações contra os direitos humanos e à Carta Olímpica. O grupo solicita que haja uma investigação imediata.

A única entidade que puniu o país foi a Federaçã Internacional de Judô, que baniu o Irã por quatro anos, depois que o judoca Saeid Mollaei foi instruído a não lutar contra um adversário de Israel no Mundial de 2019. O COI ainda não se pronunciou sobre o caso.

Fonte:ge.globo Por:Rodrigo Andrade

Categorias:Olimpíadas