Copa do Brasil

Presidente do Vitória é suspenso pelo STJD

Presidente do Vitória, Paulo Carneiro, está suspenso, pelo STJD, de exercer a sua função no clube baiano. A punição foi dada após o mandatário do rubro-negro não cumprir a determinação do próprio tribunal.

Em 2020, Paulo Carneiro foi condenado após invadir o gramado durante a partida diante do Ceará, pela Copa do Brasil, e ameaçar o atacante Vina do alvinegro. Além disso, ele não utilizou máscara de proteção, descumprindo os protocolos sanitários vigentes por conta da pandemia de Covid19, e ofendeu a arbitragem.

Na ocasião, em primeira instância, ele foi punido em 135 dias de suspensão e multa no valor de R$ 21 mil, que foi ampliada para R$ 61 mil após recurso.

Depois de cumprir uma parte da punição, o presidente do Vitória solicitou a conversão do restante da pena em dias para multa. Ao acatar o pedido, o presidente do STJD determinou o pagamento de R$ 50 mil para três instituições indicadas pelo próprio tribunal.

Com o valor total de R$ 111 mil, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva, atento à realidade financeira atual, decidiu pelo parcelamento da multa de R$ 61 mil em 10 vezes. Após pagar os R$ 50 mil e só quitar 4 das 10 parcelas do restante, a Procuradoria ofereceu denúncia contra Paulo Carneiro e também contra o time baiano.

Suspenso até a quitação da dívida, tanto o presidente quanto o Vitória, serão julgados por esse fato em sessão virtual que acontecerá no próximo dia 4 de agosto.

Categorias:Copa do Brasil