Olimpíadas

Empate em medalha de ouro no atletismo é o primeiro em 113 anos da modalidade nos Jogos Olímpicos

O catari Mutaz Essa Barshim e o italiano Gianmarco Tamberi fizeram história no último domingo (1), ao empatar na disputa do salto em altura e dividirem a medalha de ouro. Esse gesto foi o primeiro em 113 anos de Olimpíadas em que uma prova de atletismo terminou com dois competidores na primeira posição.

A última vez em que isso ocorreu foi nas Olimpíadas de Londres em 1908, quando os estadunidenses Edward Cook e Afred Carlton Gilbert empataram na disputa do salto com vara, e tiveram a possibilidade de competir até um deles conquistar o ouro, ou dividir o lugar no pódio, que foi acatado aos competidores.

Ainda no atletismo, existem mais duas ocasiões em que dois atletas dividiram a medalha de ouro, porém, não por um empate na competição. As situações aconteceram nos Jogos Olímpicos de Estocolmo, na Suécia, em 1912, envolvendo o Pentatlo e o Decatlo. Jim Thorpe, dos EUA, venceu as duas provas mas acabou perdendo a conquista após o COI descobrir que ele recebia dinheiro para jogar beisebol, violando uma das regras da época em que era permitidos apenas atletas amadores disputarem os Jogos Olímpicos.

Em 1982, o COI revisou a decisão, dizendo que retirar a medalha do americano foi impróprio, porque não houve protesto no período limite de 30 dias após a prova. Os competidores que herdaram o ouro, Ferdinand Bie e Hugo Wieslander, não perderam suas conquistas e dividiram a 1ª colocação com Thorpe.

 

Categorias:Olimpíadas