Olimpíadas

“Piu” em uma corrida emocionante quebra tabu e trás o bronze 33 anos depois

Desde de 1988 um atleta brasileiro não conquistava uma medalha nós 400m com barreiras

Alison do Santos é medalha de bronze nos 400m com barreiras quebrando um tabu de 33 anos do atletismo brasileiro. O Brasil não subia em um pódio desde 1988, prata Joaquim Cruz nos 800m e o bronze de Robson Caetano nos 200m em Seul.

Nesses 33 anos o País só conseguiu medalhas no revezamento 4×100.

Vídeo Olimpíada

O americano Rai Benjamin que ficou com a prata disse que foi a maior corrida de todos os tempos. O ouro terminou com o norueguês Karsten Warholm (45s94, novo recorde mundial) e o bronze, com o brasileiro Alison dos Santos (46s72).

  • A gente tenta levar na maior leveza possível para não deixar o nervosismo bater. Sempre ouvi música, com ritmos que gosto bastante, para me tranquilizar. Gosto de escutar rap e sertanejo, um pouco de tudo, sou bem aleatório. O nome da minha playlist é “Olympic Games” – disse Alison

A prova foi tão emocionante que dos 8 atletas que largaram, 7 quebraram algum tipo de recorde, como o próprio “Piu” que quebrou o recorde Sul-Americano da prova.

Categorias:Olimpíadas

1 resposta »