Últimas Notícias

Nocaute de Ouro! Hebert Conceição derruba Ucraniano e é campeão Olímpico

Nesta madrugada (07/08), o brasileiro faz uma luta complicada contra o Atleta ucraniano Oleksandr Khyzniak. Mas mesmo perdendo os dois primeiros rounds, acerta um cruzado a pouco tempo do fim e derruba o adversário. Ficando com a Medalha de Ouro..

O Baiano de Salvador, chegou em Tóquio como uma das esperanças de medalhas para o Time Brasil, depois de um ciclo Olímpico muito bom, tendo sido Bronze no Campeonato Mundial e Prata no Pan-Americano de Lima em 2019. Na sua campanha enfrentou lutas duras e complicadas, enfrentando atletas campeões Mundiais e Continentais, caso do Atleta Russo Gleb Bakshi (campeão Mundial em 2019), mas que não foi páreo para o Brasileiro.

A luta

  • 1º Round – Vitória do Ucraniano

No início do primeiro round o atleta Ucraniano foi pra cima, dificultando bastante a vida do Brasileiro. Hebert até conseguiu encaixar alguns golpes, com boas trocas durante o primeiro assalto. Ao final, os árbitros acabaram dando a vitória para Oleksandr.

  • Round 2 – Vitória do Ucraniano

O segundo round começou com Oleksandr melhor, acertando mais golpes. Mas a luta ficou bem truncada, sem muita luta. O ímpeto do Ucraniano no início do round determinou a vitória neste segundo bloco de luta.

  • Round 3 – Nocaute de Ouro
Foto: Wander Roberto/COB
Hebert Conceicção nocauteia o ucraniano é campeão olímpico — Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

Como a decisão pelos juízes já era praticamente certa para a vitória de Oleksandr, Hebert iria precisar partir pra cima, tentar agredir mais, ou até derrubar o Adversário. E foi isso que aconteceu, o Brasileiro foi pra cima e acertou alguns golpes e quando Oleksandr tentou ir pra cima, Hebert acertou um cruzado de esquerda em cheio que derrubou o atleta ucraniano, levando a decisão de Nocaute e vitória do Brasileiro.

  • Confira abaixo o Cruzado que levou o brasileiro ao Ouro:

Brasil sobe no Quadro de Medalhas

Com a vitória o Brasil alcança a 6ª medalha de ouro nas Olimpíadas e sobe uma posição no quadro. Lembrando que ainda temos disputa de Ouro em pelo menos outras 3 ocasiões, com o Futebol Masculino, Vôlei feminino e Hipismo por equipes. Além da Maratona e do Boxe Feminino com a Beatriz Ferreira.