Últimas Notícias

Brasil aumenta suas medalha em Tóquio e planeja multiplicar no terceiro dia Paralimpíco

No terceiro dia das Paralimpiadas em Tóquio, O Brasil conquista mais quatro medalhas, duas de prata e duas de bronze e atualmente ocupa a 10° colocação na classificação geral de medalhas paralímpicas.
Rodolpho Rikalla, conquistou uma medalha de prata na disputa do individual grau IV, com uma pontuação de 74,659, ficando apenas atrás do Holandes Sanne Voets que fechou sua apresentação com um 76,585 garantindo a medalha de ouro.
Jovane Guisone, conquista uma medalha de prata na esgrima de cadeira de roda, ao ser superado pelo atleta do comitê Russo Alexander Kuzukov por 15 a 8.
A natação segue fazendo jus ao ser chamada no inicio da competição de carro chefe de medalhas, no centro Aquático de Tokio, nosso querido Daniel Dias conquistou mais duas medalhas para sua coleção, sendo assim aumentando sua coleção para 27 no total de medalha paralímpica. Ele Faturou mais duas medalhas nas provas do 100m livres (classe S5) e no revezamento 4x50m livre, o quarteto brasileiro formado por Patrícia Santos, Daniel Dias, Talisson Glock e Joana Maria, trouxeram o Bronze para o Brasil.

Ainda na noite dessa quinta feira o Brasil tem algumas chances de medalhas:

21h06 – 100m costas S12 feminino (eliminatória) – Maria Carolina Santiago

21h22 – 100m costas S8 feminino (eliminatória) – Cecília Araújo

21h30 – 200m livre S14 masculino (eliminatória) – Felipe Vila Real/Gabriel Bandeira

21h46 – 50m livre S11 masculino (eliminatória) – Wendell Belarmino Pereira

21h50 – 50m livre S11 masculino (eliminatória) – Matheus Rheine Correa de Souza

21h54 – 50m livre S11 feminino (eliminatória) – Esthefany Rodrigues

22h00 – 50m borboleta S5 masculino (eliminatória) – Daniel Dias

22h06 – 50m Borboleta S5 feminino (eliminatória) – Joana Neves