Últimas Notícias

Michael alia trabalho psicológico e tático e mostra lado goleador no Flamengo de Renato

A chegada de Renato Gaúcho provocou uma mudança de postura no Flamengo. Com 13 vitórias em 15 jogos, um aproveitamento de 86% e média de 3,2 gols por jogo, fica evidente a evolução da equipe com o treinador. E também há espaço para crescimento individual de atletas que vinham em baixa. Casos de Gustavo Henrique, Bruno Viana e especialmente Michael, que pouco rendia com Rogério Ceni, e passou a ser decisivo no cenário atual.

Desde que Renato Gaúcho chegou ao Flamengo, Michael assumiu protagonismo dentro do elenco. Isso porque, em 15 jogos sob o comando do treinador, o camisa 19 já marcou cinco gols e deu uma assistência. Ele teve a chance de iniciar entre os 11 em seis oportunidades, e começou no banco de reservas em nove. Mesmo assim, entrou em campo em todos as partidas com Renato.

Quando Rogério Ceni estava no cargo, o cenário era outro. Michael teve algumas boas atuações, mas a confiança não era a mesma. Com a ajuda do Espião Estatístico, o ge fez um recorte dos 15 jogos realizados pelo jogador antes da chegada de Renato Gaúcho. Ao todo, ele começou em campo em 11 oportunidades e foi reserva em quatro. Marcou três gols e deu três assistências.

No último domingo, Renato Gaúcho revelou que pediu a contratação de Michael quando ele ainda era treinador do Grêmio. O treinador disse que conversa com o camisa 19 para passar tranquilidade e para que se sinta à vontade em campo.

– Acho que, além do trabalho na parte tática, que eu gosto muito de conversar com os jogadores, procuro lapidá-los, corrigi-los, procuro dar moral para o que eles fazem dê certo. Procuro conversar, levo eles para a sala de vídeo, mostro o que está certo, o que está errado. Fico contente, é um jogador pelo qual eu torço bastante, já tinha pedido ele lá no Grêmio e agora o encontrei aqui no Flamengo. Ele tem nos ajudado bastante, tem feito gols – disse Renato.

Com a vitória sobre Palmeiras, o Flamengo chegou a 34 pontos no Brasileirão e assumiu a terceira posição na tabela, com dois jogos a menos do que o líder Atlético-MG, que tem 42 pontos. O próximo jogo é contra o Grêmio, quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), pela Copa do Brasil.

Fonte: ge.globo.

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira