Últimas Notícias

Uma nova era começa a tomar corpo no Tênis Mundial

Nas últimas duas semanas estive acompanhando o último torneio Grand Slam do ano. Pude ver “de perto” o número de jovens tenistas que estão se sobressaindo sobre os grandes nomes da modalidade. Sempre se sobressaindo em vontade, agressividade e ousadia. Jogadores tão jovens e com tamanha personalidades jogando de igual pra igual com Nomes como Naomi Osaka, Sabalenka, Tsitsipas, sofreram derrotas para jovens como Emma Raducanu, Leylah Fernandez, Carlos Alcaraz, entre outros.

Essa nova geração chega como espelho de Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic. Os três maiores vencedores de Grand Slam da história. E mesmo com os experientes aprendendo a jogar de outras formas, cadenciando o jogo, tentando usar o jogo mental, percebemos que mesmo jovens, de 18, 19 anos, enfrentam como se fosse um adversário qualquer do outro lado da quadra, claro, sempre respeitando, mas com o devido respeito que qualquer atleta deveria ter. Os principais casos, citados acima, mostraram que a nova geração de tenistas vem para ficar, pra escrever mais uma página deste esporte que já encantou os brasileiros em outras oportunidades, e começa a ganhar novos públicos, com jogos emocionantes. Há quem diga que o Tênis não tem tanta emoção, mas vimos jogadores se esforçando no limite do físico, chegando a trocar 53 bolas em um único ponto.

Essa nova geração do Tênis mundial já tem tomado conta das melhores posições no ranking da ATP, com jogadores como Stefanos Tsitsipas com 23 anos em terceiro no ranking, Andrey Rublev em quinto e fechando o TOP 10, Casper Ruud, de apenas 22 anos. e se olharmos pouco atrás, temos Janik Sinner, que com apenas 20 anos já ocupa a 14ª colocação. Claro, que no meio desses jovens, temos nomes históricos do Tênis, como Roger Federer em 9º, com 40 anos, Rafael Nadal com 35 anos em 6º colocado e claro, o numero 1 do mundo, Novak Djokovic, com 34 anos.

No Ranking da WTA, também temos nomes interessantes dentro do TOP 10, que tem apenas uma atleta com 30 anos figurando por ali, e em 10º lugar. Em 8º lugar, temos a jovem polonesa Iga Swiatek, de 20 anos, alem da TOP 3, Naomi Osaka com 23 anos. Não podemos deixar de mencionar também as duas jovens surpresas desse ultimo torneio, Leylah Fernandez, 19 anos, e a campeã Emma Raducanu, de 18 anos, que venceu em seu primeiro grande torneio e sem perder nenhum set. Isso mostra que vem por ai uma nova geração do Tênis que tem muito pra mostrar e que no Circuito de 2022 devemos ter muitas emoções e com certeza um show desses jovens atletas.

Por fim, deixo uma pergunta, será que em 2022 teremos alguem pra tirar Novak Djokovic da liderança do Ranking? Ele que mesmo com 34 anos, já fechou 338 semanas neste posto e por enquanto deve ficar mais algumas semanas. Deixe nos comentários, quem você acha que pode tirar Nole do posto no próximo circuito da ATP.

Essa opinião é exclusiva do autor(a) deste artigo e não necessariamente reflete o pensamento do portal.

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira