Últimas Notícias

Brady, Biles, Osaka… confira os atletas na lista das 100 pessoas mais influentes do mundo

Todo ano a revista “Time” escolhe as 100 pessoas mais influentes do mundo. Na edição desse ano da lista, divulgada nesta quarta-feira (15), seis nomes dos esportes receberam a honraria: Allyson Felix (atletismo), Naomi Osaka (tênis), Shohei Ohtani (Beisebol), Simone Biles (ginástica), Sunisa Lee (ginástica) e Tom Brady (futebol americano).

A lista é dividida em seis categorias: ícones, pioneiros, titãs, artistas, líderes e inovadores. Além dos atletas, foram escolhidos esse ano nomes como os cantores Lil Nas X e Billie Eilish, a atriz Kate Winslet, homens de negócio como Tim Cook (CEO da Apple) e Elon Musk (criador da Tesla). Políticos como Xi Jinping (presidente da China) e Joe Biden (presidente do EUA) também foram escolhidos pela revista. Luiza Trajano, presidente do conselho de administração do Magazine Luiza, é a única brasileira na edição desse ano.

Allyson Felix, atletismo

 

Allyson Felix é a atleta olímpica mais laureada — Foto: David Ramos/Getty Images

Allyson Felix é a atleta olímpica mais laureada — Foto: David Ramos/Getty Images

Aos 35 anos, Allyson Felix fez história nas Olimpíadas de Tóquio ao conquistar a 11ª medalha de sua carreira, se tornando a atleta que mais vezes subiu no pódio no atletismo.

Medalhas de Allyson Felix

Medalha Prova Olimpíadas
Ouro Revezamento 4x400m Pequim-2008
Ouro 200m Londres-2012
Ouro Revezamento 4x100m Londres-2012
Ouro Revezamento 4x400m Londres-2012
Ouro Revezamento 4x100m Rio-2016
Ouro Revezamento 4x100m Rio-2016
Ouro Revezamento 4x400m Tóquio-2021
Prata 200m Atenas-2004
Prata 200m Pequim-2008
Prata 400m Rio-2016
Bronze 400m Tóquio-2021

Naomi Osaka, tênis

 

Tenista nascida no Japão, Naomi Osaka tem quatro títulos de grand slam na carreira, dois no Australian Open e dois no US Open, e segundo a revista “Forbes” foi em 2020 a atleta mulher mais bem paga da história.

Naomi Osaka na abertura das Olimpíadas — Foto: REUTERS/Lucy Nicholson

Naomi Osaka na abertura das Olimpíadas — Foto: REUTERS/Lucy Nicholson

Em junho deste ano Osaka abriu mão da disputa de Roland Garros citando preocupações com a sua saúde mental, recebendo apoio de diversos atletas e se tornando uma voz importante na conscientização sobre a importância de lidar com esse tipo de problema.

Shohei Ohtani, beisebol

 

Contratado em 2018 pelo Los Angeles Angels, o japonês se tornou uma das se não a maior estrela da Major League Baseball pela sua qualidade não só rebatendo, mas também arremessando. Ele se tornou o primeiro jogador a ser escolhido para o All Star Game da MLB nas duas posições, se firmando como fenômeno de popularidade no Japão e nos Estados Unidos.

Shohei Ohtani é um dos grandes nome da Major League Baseball — Foto: Kelvin Kuo-USA TODAY Sports/Reuters

Shohei Ohtani é um dos grandes nome da Major League Baseball — Foto: Kelvin Kuo-USA TODAY Sports/Reuters

Simone Biles, ginástica artística

 

Simone Biles na final da trave nas Olimpíadas 2020 — Foto:  REUTERS/Lindsey Wasson

Simone Biles na final da trave nas Olimpíadas 2020 — Foto: REUTERS/Lindsey Wasson

Precisa de apresentação? A maior de todos os tempos, Simone Biles é dona de sete medalhas olímpicas na ginástica artística e assim como Naomi Osaka se tornou uma voz importante na discussão sobre a importância da saúde mental ao abrir mão de participar de cinco finais olímpicas em Tóquio.

Sunisa Lee, ginástica artística

 

Sunisa Lee nas Olimpíadas — Foto: RICARDO BUFOLIN / PANAMERICA PRESS / CBG

Sunisa Lee nas Olimpíadas — Foto: RICARDO BUFOLIN / PANAMERICA PRESS / CBG

Fazendo sua estreia em Olimpíadas aos 18 anos, a ginasta dos EUA conquistou três medalhas em Tóquio: ouro no geral, prata por equipes e bronze nas barras irregulares. Sunisa Lee é mais um nome na tradição do país na ginástica artística.

Tom Brady, futebol americano

 

Até quando Tom Brady vai continuar jogando em alto nível? — Foto: Mike Ehrmann/Getty Images

Até quando Tom Brady vai continuar jogando em alto nível? — Foto: Mike Ehrmann/Getty Images

Maior jogador da história da NFL, Tom Brady desafia o tempo ao continuar atuando em alto nível mesmo aos 44 anos, vindo da conquista do sétimo Super Bowl de sua carreira na temporada passada. O veterano promete jogar até os 50, mesmo que a vontade da sua esposa, a modelo Gisele Bündchen, possa ser pela aposentadoria o quanto antes.

Fonte: ge.globo.

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira