Últimas Notícias

Brasileiros enxergam UFC Vegas 37 como forma de evoluir na organização

Neste sábado (18), o UFC Apex, localizado em Las Vegas, será palco do UFC Vegas 37, cuja luta principal será entre os estadunidenses Anthony Smith e Ryan Spann, ambos da categoria meio-pesado. Porém, no evento também estão programadas para ocorrer as lutas de três representantes brasileiros do UFC: Ariane Lipski, Antônio Arroyo e Carlston Harris.

No card principal, a curitibana do peso-mosca Ariane Lipski irá enfrentar uma estreante na organização: a alemã Mandy Böhm, que conta com sete vitórias e uma luta sem resultado na carreira. Desde que estreou pelo UFC, em 2019, a rainha da violência tem passado por dificuldades para se firmar, vem de duas derrotas e dos seis combates que disputou, venceu dois e perdeu quatro, tais fatores podem servir de combustível para a brasileira.

Antônio Arroyo durante pesagem para o evento. Foto: Reprodução/UFC Brasil

O peso-médio Antônio Arroyo é outra estrela do card principal e enfrentará o norte-americano Joaquin Buckley, que ficou conhecido pelo nocaute com chute rodado na luta contra Impa Kasanganay. O atleta também busca seu espaço no Ultimate; desde que foi descoberto no reality do dono da organização, o Dana White’s Contender Series, o paraense não venceu, disputou dois combates no UFC e saiu derrotado por decisão dos juízes em ambos.

Já pelo card preliminar, o meio-médio Carlston Harris subirá no octógono contra o mesmo atleta que sofreu o chute de Buckley, no ano passado; natural da Guiana, o lutador erradicado no Rio de Janeiro venceu sua luta de estreia por finalização contra Christian Aguilera em maio desse ano e busca manter a invencibilidade naquela que se tornou a maior liga de MMA do planeta, para assim alcançar seu objetivo de botar seu nome na história do Ultimate.

Carlston Harris durante pesage. Foto: Reprodução/ Redes sociais.

Outro brasileiro também faria parte do evento e lutaria pela primeira vez no UFC, trata-se de Nikolas Motta, cujo  adversário seria o também estreante Cameron VanCamp, natural da terra do tio Sam, mas o combate foi cancelado devido a uma lesão do estadunidense. Essa foi à terceira vez que ocorreu o cancelamento de uma luta do atleta mineiro, que segue sem estrear no Ultimate.