Últimas Notícias

Pia Sundhage detalha mudanças em novo ciclo da seleção: “Precisamos ser imprevisíveis”

Pia Sundhage despediu-se das Olimpíadas em Tóquio com um pedido de desculpas após a eliminação da seleção brasileira – diante do Canadá. Mas ciente de que havia espaço para evolução. Agora, menos de dois meses depois, a treinadora abre o novo ciclo do futebol feminino destrinchando pontos determinantes a serem melhorados na equipe.

“Acredito que precisamos ser imprevisíveis” – explica a comandante sueca.

A seleção enfrenta a Argentina em dois amistosos na Paraíba, às 16h da sexta-feira e no mesmo horário na segunda-feira. A primeira partida será transmitida pelo SporTV, enquanto a última estará também na Globo.

As mudanças, por sua vez, passam principalmente pelo processo de renovação da equipe. Isso porque a primeira convocação após as Olimpíadas de Tóquio chega ao Nordeste do Brasil com seis novidades sob o comando de Pia.

É o caso da goleira Lorena (Grêmio), das defensoras Katrine (Palmeiras), Yasmin (Corinthians), Lauren (São Paulo) e Bruninha (Santos), além da meia Thaís – do Palmeiras.

– O novo ciclo são as novas jogadoras. Uma coisa importante é que precisamos que acreditem no que vão fazer. Elas que vão jogar pela primeira vez é grandioso. Vamos entender se cometerem algum erro, mas não vamos aceitar se não tentarem. Precisam aprender o estilo da jogada e precisamos tentar encontrar uma nova maneira de atacar.

A mudança no ataque, inclusive, está entre as principais cobranças da treinadora desde a eliminação nas Olimpíadas. Até porque a imprevisibilidade almejada por Pia Sundhage passa necessariamente pela postura do setor ofensivo.

– Para fazer isso eu acho que precisamos mudar a velocidade. Falo muito sobre velocidade das jogadas, técnicas brasileiras para melhorar o ataque, o controle. Mas quem não estiver com a bola precisa correr um pouco mais e fazer corridas imprevisíveis. Espero que vocês reconheçam que é um estilo novo e vai ser nosso primeiro passo para frente.

Fonte: ge.globo.

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira