Lutas

UFC 266 é marcado por defesas de cinturões

No último sábado (26), a T-mobile Arena, em Las Vegas, ocorreu o UFC 266, que no seu card. principal contou com duas defesas de cinturões. O australiano Alexander Volkanovski subiu no octógono para enfrentar o estadunidense Brian Ortega, na outra disputa, a quirguistanesa Valentina Shevchenko enfrentou mais um atleta dos Estados Unidos, trata-se da lutadora Lauren Murphy.

Dono do cinturão peso pena desde 2019, Alexander Volkanovski protagonizou sua segunda defesa pelo título, o australiano, que venceu todos os combates que disputou pelo UFC, levou a melhor na decisão unânime. Nos dois primeiros rounds, o campeão dominou a luta na base de golpes certeiros e na velocidade de trocação, nos dois rounds finais chegou a ser dominado três vezes, mas soube escapar em cada uma delas e administrou a luta até o fim.

Valentina Shevchenko após vitória no UFC 266. Foto: Reprodução/UFC Brasil

Na outra disputa, que valia o título do peso mosca, Valentina Shevchenko voltou a ter êxito e obteve sucesso na sua sexta defesa seguida de cinturão. Após dominar os primeiros três rounds utilizando velocidade, precisão e quedas, a campeã levou a adversária para o chão, acertou uma sequência de socos, conquistou a vitória por nocaute e acabou com a invencibilidade de Murphy, que vinha de cinco triunfos seguidos.

O evento também contou com um triunfo brasileiro, visto que a paranaense e ex-campeã Jessica Andrade, conhecida também como Jessica Bate-Estaca, comemorou seu aniversário de 30 anos vencendo por nocaute técnico a californiana Cynthia Calvillo. A vitória veio ainda no primeiro round, quando a brasileira encurralou a estadunidense, deu início a um série de golpes e aproveitou para se recuperar da derrota sofrida pela atual campeã peso mosca, em abril.