Campeonato Brasileiro Masculino

Moto club passa por momento delicado no campo e nas finanças

Na última segunda (11), os jogadores e a comissão técnica do Moto Club de São Luís se reuniram no CT Pereira do Santos e decidiram que, devido a pendências financeiras não resolvidas, vão parar de comparecer aos treinos, bem como também ameaçaram não entrar em campo nos próximos compromissos do Papão do norte, nome pelo qual o clube é popularmente conhecido.

Como resposta, o presidente da equipe rubro-negra, Natanael Júnior, emitiu uma nota onde revela que apesar dos atletas que chegaram por último estarem recebendo em dia, alguns atletas estão com um mês de salários atrasados, enquanto outros jogadores estão com dois meses de atraso nos pagamentos, mas que antecipou R$ 270 mil referentes a Copa do Brasil 2022 para quitar as folhas de pagamento.

Também é revelado que os jogadores receberiam uma premiação se derrotassem e eliminassem o América-RN, em confronto valido pelo jogo de volta pelas oitavas da série D, o que não ocorreu, visto que após eliminar o Castanhal/PA no primeiro mata-mata, o Papão do Norte perdeu os dois jogos contra a equipe potiguar: a ida, em Natal, foi 1×0 para os mandantes e a volta, em São Luís, terminou 4×2 para o América.

Elenco do Moto Club antes da partida contra o América-RN, em São Luís. Foto: Reprodução/Moto Club.

Leia a nota da diretoria:

Em primeiro lugar a diretoria não prometeu para os jogadores pagar salários com a renda do jogo Moto X América de Natal. O que foi prometido foi uma premiação de 30 mil reais caso o time passasse de fase, como o time foi eliminado não teria porque o clube pagar a premiação. A renda do jogo foi de aproximadamente 80 mil reais, sendo 1.196 ingressos de meia e 1.005 ingressos de inteira, todos auditados digitalmente e com controle rigoroso da FMF na bilheteria do estádio.

Antes do segundo jogo contra o Castanhal, a diretoria do clube, com recursos próprios, pagou uma folha cheia para os jogadores e comissão técnica, inclusive algumas situações que faltaram foram pagas com parte da venda de ingressos antecipados da última partida contra o América, como é de conhecimento de todo o grupo.

Também a titulo de esclarecimento, lembramos a torcida e a imprensa que o campeonato brasileiro começou no dia 05 de junho de 2021, sendo que a preparação começou pelo menos 15 dias antes, portanto foram aproximadamente 5 meses entre campeonato e competição, o que corresponde a praticamente 5 folhas salariais, entre as 5, pagamos 3 folhas completas, tendo alguns jogadores com 2 meses atrasados, outros com apenas 1 mês e outros que chegaram por último estão em dia.

Também para esclarecimento tivemos a ajuda da CBF no valor de R$120.000,00 totalmente bloqueadas por processos trabalhistas dos anos de 2012 e 2014, sendo necessário pedir um adiantamento da cota da copa do Brasil no valor de 150 mil reais em junho, onde pagamos a ultima folha atrasada do maranhense e adiantamos parte dos salários do campeonato brasileiro. Em agosto, adiantamos mais 120 mil no qual pagamos outra folha completa com o recurso recebido.

Em setembro com recursos próprios da diretoria, sem cotas e sem ajuda de ninguém pagamos uma folha completa acreditando no acesso do time. Além de segurar todas as despesas do clube durante todo o campeonato, o que compreende despesas de viagens, despesas de jogos locais, alimentação, alugueis de atletas, transporte para os treinos fora do CT e dias de jogos, despesas de jogo, transferências de jogadores, passagens aéreas, exames rotineiros do departamento médico, entre outras despesas que existem no clube. A conta é fácil será que R$270 mil dá para pagar 5 meses de folha e mais as despesas mensais do clube? O clube não arrecadou nada durante o campeonato brasileiro em virtude da pandemia e como ter as contas equilibradas se o time não tem como arrecadar? Qual a intenção da imprensa e de torcedores cobrar gestão de um clube que não tem receita num momento delicado como esse? Qual seria a mágica para resolver o problema financeiro que já dura décadas no clube? Sobre a antecipação de cotas alguns setores da imprensa e torcida trata como uma espécie de crime, mas qual foi a gestão que mesmo criticada conseguiu por mérito que o clube tenha cotas? Ou seja, ralamos para conseguir e não podemos usar para honrar os compromissos de atletas e profissionais que suaram a camisa para conseguir? É serio mesmo isso? Quer dizer que fizemos de tudo para conquistar esse ano e somos obrigados a passar fome porque parte da imprensa e torcida coloca como se estivéssemos roubando o clube? 

Para finalizar, quando aceitei o desafio de ser presidente, o clube não tinha direito a nenhuma cota sequer, mas mesmo assim aceitei o desafio e segurei o clube, hoje estou deixando o clube com aproximadamente 300 mil em cotas para o ano que vem, coisa que não tive quando assumi o clube.

Em relação ao movimento dos atletas, acho até justo a reivindicação, porém a forma não é a mais adequada, ainda mais véspera de um jogo decisivo para o clube, visto que se tivéssemos classificados as coisas seriam diferentes para todos, assim é futebol. Mas infelizmente é assim, na derrota todos somem do instagram, os monstros reverenciados por torcedores se escondem através de desculpas e elegem os culpados seguindo para o próximo time como se nada tivesse acontecido, enquanto isso a diretoria é culpada de tudo, inclusive do clube não ter receitas em meio a uma crise mundial que afetou todos os segmentos da sociedade. Por fim, não vou obrigar a ninguém jogar ou treinar pelo clube, quem não quiser fique a vontade, mas esteja preparado para receber as sanções pertinentes na justiça do trabalho.

Cartaz de promoção da partida entre Moto Club e Retrô, valida pela Pré-Copa do Nordeste. Foto: Reprodução/Moto Club.

O próximo compromisso do Moto Club está marcado para as 15h da próxima quarta (13), contra o Retrô/PE, no estádio Nhozinho Santos, na capital maranhense, em partida valida pela chamada Pré-Copa do Nordeste, em caso de empate, a vaga para a próxima fase será disputada nos pênaltis. É valido ressaltar que as eleições do Papão do Norte estão marcadas para o dia 10 de novembro e um dos candidatos é o deputado estadual Dr Yglésio.