América do Sul

Athletico-PR derrota Bragantino e conquista Copa sul-americana de 2021

Neste sábado (20), no estádio Centenário, em Montevidéu, ocorreu a primeira final brasileira da história da Copa Sul-americana e o Athletico-PR conquistou o segundo título mais importante do futebol da América do Sul após derrotar o RB Bragantino pelo placar de 1×0.

O único gol da partida saiu aos 29 minutos do primeiro tempo, quando Cleiton defendeu uma finalização de Terans, mas acabou dando um rebote bem aproveitado por Nikão, o atleta rubro-negro acertou um voleio na bola, que inicialmente foi na direção da trave e só depois chegou no fundo das redes. Foi o 47 gol de Nikão pelo clube.

No segundo tempo, o massa bruta passou a ter mais posse de bola e tentou se aproveitar de tal fator para dominar a partida, mas não conseguiu levar muito perigo ao gol do furacão, os paulistas chegaram perto do empate nos acréscimos em uma jogada de escanteio, mas Leandrinho mandou para fora.

Nikão comemorando o gol que marcou. Crédito: Reprodução/Athletico-PR.

Com essa conquista, o Athletico-PR empata com os argentinos Boca Juniors e Independiente no ranking dos maiores campeões da competição, alcança o quinto título brasileiro e se torna a primeira equipe do país a levantar duas vezes o troféu continental, a primeira foi em 2018, quando os paranaenses foram campeões diante do Júnior Barranquilla (COL).

Enquanto o RB Bragantino vai se concentrar em garantir uma vaga na fase de grupos da Libertadores pelo campeonato brasileiro, o furacão, que terminou a Sul-americana somando mais R$ 37 milhões considerando a premiação total, vai disputar outra final  a partir de dezembro, quando decide o título da Copa do Brasil contra o Atlético-MG.

Crédito: Reprodução/Athletico-PR