América do Sul

Germán Cano não é mais jogador do Vasco da Gama

Nesta segunda (06), o atacante Germán Cano deixou de fazer parte do elenco do Vasco da Gama, clube e atleta vinham discutindo para chegarem a um acordo que resultasse na renovação do contrato do argentino, que se encerra em dezembro de 2021, ao invés disso, ambas as partes decidiram deixar Germán Cano livre no mercado e o jogador procura novos rumos para 2022.

O camisa 14 utilizou suas redes sociais para se despedir da torcida e do clube carioca.

“Chegou a hora de dizer um até logo a vocês e a esta grande instituição chamada Vasco da Gama. Não é uma situação fácil para mim, pois, desde o primeiro momento em que coloquei os pés no Rio de Janeiro, vocês me acolheram e fizeram com que eu me sentisse como se eu estivesse voltando para casa”.

Germán Cano, em trecho do texto que publicou nas suas redes sociais.
Imagem postada pelo argentino no seu Instagram. Crédito: Reprodução/Redes Sociais.

Germán Cano chegou no Vasco da Gama em janeiro do ano passado, após ter marcado 41 gols em 2019 pelo Indenpediente Medellin (COL), onde é ídolo por ter se tornado o maior artilheiro da história do clube (129 gols). Durante os quase dois anos que defendeu o Gigante da Colina, marcou 43 gols em 101 jogos e alcançou a marca de maior goleador estrangeiro do cruzmaltino no século XXI.

Outro fator que contribuiu para que os vascaínos passassem a admirar o atleta foram as campanhas e gestos ligados à problemas sociais protagonizados pelo próprio Germán Cano, um exemplo foi em junho, quando após marcar um dos gols da vitória por 2×1 sobre o Brusque, em partida valida pela série B, o jogador revelado pelo Lanús levantou uma bandeira de escanteio com as cores do movimento LGBTQIA+.

Momento em que Cano (primeiro da direita para a esquerda) ergueu a bandeira da causa LGBTQIA+. Crédito: Reprodução/Vasco da Gama.

 

A foto tirada do momento em questão viralizou nas redes sociais.

Crédito: Reprodução/Vasco da Gama.

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira