Lutas

Brasileiros passam em branco no UFC Vegas 46

No último sábado (16), ocorreu o primeiro evento de UFC no ano: o UFC Vegas 46, que teve como luta principal o confronto entre o estadunidense Calvin Kattar e o georgiano Giga Chikadze, derrotado pelo representante do país americano por decisão unânime. Em três das demais lutas, brasileiros entraram no octógono, mas não obtiveram êxito.

No peso-mosca, o norte-americano Brandon Royval se recuperou das duas derrotas seguidas e derrotou o paranaense Rogério Bontorin por decisão dividida, que apesar de ter derrubado o adversário no primeiro round, não soube competir com a agressividade de Royval, cuja habilidade na trocação ficou visível no terceiro e último round da luta em questão.

Chookagian acertando um soco em Mais. Crédito: Divulgação/UFC.

No peso mosca feminino, a estadunidense Katlyn Chookagian enfrentou a curitibana Jennifer Maia pela segunda vez na carreira e voltou a derrotar a representante do Brasil, conquistando sua terceira vitória seguida, em ambas, a norte-americana venceu por decisão unânime. Apesar do começo difícil, Chookagian investiu no ground e Pound no primeiro round e apostou em socos potentes e precisos.

O terceiro brasileiro foi o peso-pena Joanderson Brito, estreante no ultimate e acabou sendo derrotado por decisão unânime pelo norte-americano Bill Algeo, que conquistou seu terceiro triunfo nos últimos seis combates. O maranhense de Santa Helena começou bem e chegou a derrubar o rival, mas não conseguiu manter o ritmo e recebeu um volume de diferentes golpes até o fim.

Foto principal: Royval sendo coroado vencedor da luta. Divulgação/UFC

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira

Categorias:Lutas, Outros esportes, UFC

Marcado como:, , , ,