Últimas Notícias

Australian Open: Quartas de Final iniciam nesta terça (25)

Nesta terça-feira (25), teremos inicio da fase final do Primeiro Grand Slam do ano. Com algumas surpresas entre os 8 finalistas, temos cinco top 10 em disputa. Mas nada garante que vai ser fácil, já que Jannik Sinner, Denis Shapovalov e Gaël Monfils chegam com sede de vitória e prometem fazer jogo duro para subir ainda mais no ranking e quem sabe chegar ao título do Grand Slam.

Serão quatro jogos muito interessantes. No primeiro jogo, teremos o espanhol Rafael Nadal, que voltou em grande forma, jogando em altíssimo nível, mostrando que mesmo aos 35 anos, tem muita energia e confiança pra voltar a vencer um Grand Slam. O último Grand Slam vencido por Nadal foi em Roland Garros, no ano de 2020. Lembrando que se o espanhol vencer o Australian Open, ele se torna o tenista com o maior numero de títulos de Grand Slam, com 21. Hoje temos Novak Djokovic, Roger Federer e Rafael Nadal com 20 títulos cada um. Nadal venceu o francês Adrian Mannarino por 3 sets a 0, com parciais de 7/6, 6/2 e 6/2. Nas quartas de final, Nadal irá enfrentar o canadense Dênis Shapovalov, que eliminou ninguém menos do que o numero 3 do ranking, Alexander Zverev e com autoridade.

Dênis Shapovalov, ocupa hoje o 14º lugar do ranking e vem fazendo boas campanhas desde o ano passado (2021). No AO, Shapovalov veio evoluindo a cada jogo, mostrando força e estratégia para vencer grandes jogos e nas oitavas de final vencer com muita autoridade o alemão Alexander Zverev, inclusive tirando o alemão do sério. Em um momento do jogo Zverev perdeu a cabeça e chegou a quebrar a raquete no chão. Denis venceu por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 7/6 e 6/3.

No outro jogo das quartas-de-final, teremos o francês Gaël Monfils enfrentando o italiano Matteo Berrettini.

O francês, vem de uma campanha consistente, sem perder nenhum set até o momento no torneio. Na fase anterior, Monfils derrotou o sérvio Kecmanovic pelo placar de 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 7/6 e 6/3. Já o italiano, teve jogos mais duros, perdendo sets em todos os jogos disputados até aqui. O seu jogo mais complicado foi contra o jovem espanhol Carlos Alcaraz, na terceira rodada do torneio, vencendo por 3 sets a 2 com dois Tie Breaks. Nas oitavas de final, Berretini derrotou Carreño Busta por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 7/6 e 6/4.

Do outro lado da chave temos outros dois jogos muito interessantes. O canadense, Felix Auger-Aliassime (9º do ranking) enfrentando o número 2 do mundo e campeão do último Grand Slam disputado (US Open), o russo Daniil Medvedev, que vem de uma fase excepcional, principalmente depois do segundo semestre de 2021, quando venceu seu primeiro Grand Slam e se aproximou de Djokovic na liderança do ranking.

Aliassime vem de confrontos intensos, com jogos em que precisou trabalhar bastante para vencer. Um exemplo disso foi o jogo da segunda rodada, contra o espanhol Davidovich Fokina, onde acabou vencendo por 3 sets a 1, mas o detalhe foi que os 4 sets foram decididos no Tie Break. Antes de Medvedev, o canadense passou pelo croata Marin Cilic por 3 sets a 1, com parciais de 2/6, 7/6, 6/2 e 7/6, este que eliminou Andrey Rublev (5º do ranking) na fase anterior.

O russo Daniil Medvedev entrou no torneio como um dos favoritos a vencer, principalmente depois da saída de Novak Djokovic. O russo vem de vitória no US Open, além de boas campanhas nos torneios e finalista no ATP Finals. Neste torneio, Medvedev fez passagens tranquilas, sem enfrentar cabeças de chaves, mas mesmo assim, precisou impor seu ritmo para continuar. Nas oitavas de final, o russo eliminou o Norte-Americano Maxime Cressy, com o placar de 3 sets a 1, com parciais de 6/2, 7/6, 6/7 e 7/5.

No último jogo das quartas de final, teremos o grego Stefanos Tsitsipas (4º do ranking), jogando contra outro italiano, o jovem Jannik Sinner.

O italiano Jannik Sinner chega as quartas-de-final como 11º colocado do ranking, com apenas 20 anos de idade. Vem mostrando que não é mais uma promessa, e sim, uma realidade da nova geração de tenistas. Perdendo apenas 1 set em todo o torneio, ele chega com confiança de que pode ir mais longe. Nas oitavas de final, eliminou o anfitrião Alex de Minaur, com o placar de 3 sets a 0, com parciais de 7/6, 6/3 e 6/4. Mas na semifinal vai enfrentar o grego Stefanos Tsitsipas (4º do ranking).

Tsitsipas veio fazendo um torneio consistente. O jovem jogador grego está se mostrando muito forte, principalmente na parte mental, como pudemos ver no jogo das oitavas de final, contra o norte-americano Taylor Fritz, quando precisou virar o jogo para sair vencedor e se classificar para as quartas-de-final do torneio. Tsitsipas precisou de 5 sets pra conseguir vencer a partida por 3 sets a 2, com parciais de 4/6, 6/4, 4/6, 6/3 e 6/4.

Na ala feminina, as 2 favoritas ao título estão do mesmo lado da chave do torneio. Barty e Krejcikova, teoricamente, devem se enfrentar na semifinal, enquanto que do outro lado, tem a polonesa Swiatek (7º do ranking), que também vem muito forte pra tentar o título.

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira