Últimas Notícias

Gabriel Medina anuncia pausa na carreira

O surfista brasileiro Gabriel Medina anunciou nesta segunda-feira (24) que dará uma pausa em sua carreira para tratar de sua saúde física e mental. Em comunicado publicado em uma de suas redes sociais, o tricampeão mundial fez um desabafo e declarou que perceber a hora de parar foi um processo difícil.

Longe das primeiras etapas da Liga Mundial de Surf (WSL), que inicia neste sábado (29), no Havaí – um de seus locais preferidos para a prática do esporte – Gabriel será substituído, de acordo com a organização do evento, pelo surfista Caio Ibelli. O paulista estará no lugar de Medina, na etapa Billabong Pro Pipeline.

Além de Pipeline, Medina não participa da etapa Sunset, que acontece de 11 a 23 de fevereiro. “A saúde e a segurança de nossos atletas são de extrema importância e apoiamos totalmente a decisão de Gabriel de priorizar seu bem-estar”, disse Erik Logan, CEO da WSL.

A Liga conta ainda com os brasileiros: Filipe Toledo, Italo Ferreira, Miguel Pupo, Deivid Silva, Jadson André, Samuel Pupo, João Chianca e Yago Dora (que está machucado e não deve competir nos dois primeiros eventos); e com uma única representante feminina, que é Tatiana Weston-Webb.

Veja abaixo o texto publicado por Medina em suas redes sociais:

2021 foi um ano incrível pra mim, conquistei meu maior sonho como surfista que era me tornar tricampeão mundial. Era uma parada intocável pra mim. No ano passado, vivi uma montanha russa de emoções dentro e fora da água, o que afetou muito minha saúde mental e física. Ao final da temporada, eu estava completamente esgotado. Cheguei no meu limite. Tomei minha vacina durante as férias e achei que ia conseguir me preparar a tempo para a primeira etapa da nova temporada, que começa em um dos meus picos favoritos no mundo, Pipe. Não foi o caso. Decidi que não viajarei para o Hawaii e vou tirar um tempo para que eu possa me recuperar mental e fisicamente. Estou com uma leve lesão no quadril que venho tratando desde o final do ano passado.
Somado ao corpo, tenho questões emocionais que estou precisando lidar. Venho de meses muito desgastantes. Reconhecer e admitir para mim mesmo que não estou bem vem sendo um processo muito difícil, e optar por tirar um tempo para me cuidar foi talvez a decisão mais difícil que já tomei em toda a minha vida. Me questionei muito nos últimos tempos se deveria tornar isso público ou manter de forma privada, mas é justo que todos vocês que sempre torceram por mim saibam do momento que estou enfrentando. A saúde mental é muito importante. Preciso estar 100% mentalmente para voltar a competir. Voltarei mais forte amo vocês e obrigado por tudo.”

Foto: Reprodução/Instagram

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira