Últimas Notícias

Seleção enfrenta Equador com uniforme azul

A Seleção Brasileira Masculina de Futebol enfrenta, nesta quinta-feira (27), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, a seleção do Equador com o uniforme azul. A informação, repassada pela Conmebol para a CBF e ainda para a Federação Equatoriana de Futebol, garante que os mandantes irão para o jogo com o uniforme principal, cabendo, à Canarinho, utilizar o seu segundo uniforme.

Desta maneira, o Equador entra em campo, no Estádio Rodrigo Paz Delgado, com camisas amarelas e calções e meias azuis. Já o Brasil usará camisas azuis, calções e meiões brancos.

A partida diante do Equador é o primeiro compromisso da Seleção em 2022. Depois, a Canarinho enfrenta, no Mineirão, em Belo Horizonte, a seleção do Paraguai. O confronto, que acontece no dia 1º de fevereiro, a partir de 21h30, já teve a venda de ingressos iniciada no último dia 14 e varia de 80 até 300 reais, conforme tabela abaixo:

 

Setor Valor
Amarelo Superior R$ 80 (R$ 40 meia)
Amarelo Inferior R$ 100 (R$ 50 meia)
Laranja Superior R$ 80 (R$ 40 meia)
Laranja Inferior R$ 100 (R$ 50 meia)
Vermelho Superior R$ 120 (60 meia)
Vermelho Inferior R$ 150 (75 meia)
Roxo Superior R$ 200 (100 meia)
Roxo Inferior R$ 300 (150 meia)

Protocolos Sanitários

Para a partida diante do Paraguai, a Confederação Brasileira de Futebol informou que os torcedores que comparecerem ao Mineirão deverão seguir os seguintes protocolos:

1 – Esquema vacinal completo (duas doses ou dose única da vacina Janssen + 14 dias), e teste negativo para Covid-19 do tipo PCR, realizado até 48 horas antes do ingresso no estabelecimento, ou do tipo antígeno, realizado até 24 horas antes do ingresso no estabelecimento;

2 – Aqueles que tiverem apenas uma dose de vacina por efeito do calendário do PNI (Programa Nacional de Imunização) e para os não elegíveis na faixa etária para vacinação no estado de origem, poderão ter acesso ao estabelecimento apresentando o teste negativo para Covid-19 do tipo PCR, realizado até 48 horas antes do ingresso no estabelecimento, ou do tipo antígeno, realizado até 24 horas antes do ingresso no estabelecimento;

3 – Utilizar máscara a todo momento (obrigatoriamente cobrindo boca e nariz) preferencialmente a M-95, PFF2 ou máscara cirúrgica. Se o torcedor optar por utilizar máscara de tecido deve utiliza-la em conjunto com a máscara cirúrgica.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira