Últimas Notícias

Australian Open: Brasil fará final de duplas no feminino; Nadal avança à semi no individual

A brasileira Beatriz Haddad, está fazendo história no Australian Open no torneio de duplas, ao lado da cazaque Anna Danilina. Elas venceram as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara por 2 sets a 1 (6/4, 5/7 e 6/4) e chegaram à final da competição.

Com esse resultado, a paulistana se torna a primeira brasileira finalista do Australian Open na Era Aberta. Ela também alcançou a melhor colocação para as mulheres do país desde 1965, quando Maria Esther Bueno chegou à semifinal. Em 1960, Bueno chegou a conquistar o torneio de duplas, ficando com o vice individual em 65.

A dupla finalista foi campeã do WTA 500 de Sydney e vão enfrentar as tchecas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova.

Na disputa individual, a americana Danielle Collins, 30ª do ranking, participará pela primeira vez de uma final de Grand Slam na carreira. Ela bateu a polonesa Iga Swiatek por 2 sets a 0 (6/4 e 6/1) em um jogo de apenas 1h18. Na decisão ela encara a australiana Ashleigh Barty, número 1 do mundo.

Do outro lado da chave, Barty não teve dificuldades para chegar à final, e derrotou a americana Madison Keys, 51ª do mundo, por 2 sets a 0 (6/1 e 6/3). Ela é a primeira australiana em 42 anos a fazer a final em casa.

Em quatro confrontos entre as finalistas no circuito profissional, a australiana venceu três vezes.

Na final de duplas masculina, Kokkinakis e Kyrgios bateram a dupla Granollers e Zeballos por 2 sets a 0 (7/6 e 6/4) em uma das semifinais e vão enfrentar a dupla Ebden e Purcell, que despachou a dupla Ram e Salisbury também por 2 sets a 0 (6/3 e 7/6).

Nadal, Berrettini, Medvedev e Tsitsipas avançam no individual masculino

O espanhol Rafael Nadal chegou à semifinal após bater o canadense Denis Shapovalov, em uma partida duríssima, vencida por 3 sets a 2 (6/3, 6/4, 4/6, 3/6 e 6/3), garantindo participação na semi do Australian Open pela 7ª vez na carreira. Ele enfrentará o italiano Matteo Berrettini, que também precisou de 5 sets para chegar à semi. Ele bateu o francês Gael Monfils por 3 sets a 2 (6/4, 6/4, 3/6, 3/6 e 6/2).

Na outra chave, Medvedev precisou de quase 5 horas para bater o canadense Felix Auger-Aliassime por 3 sets a 2 (6/7, 3/6, 7/6, 7/5 e 6/4) e chegar à semifinal. Ele jogará contra o grego Stefanos Tsitsipas, que venceu o italiano Jannik Sinner por 3 sets a 0 (6/3, 6/4 e 6/2). Ele já disputou a semifinal do Australian Open em 2019 e em 2021.

Veja mais notícias do Esporte sem Fronteira