Últimas Notícias

Atlético-MG bate o Flamengo nos pênaltis e fica com a taça da Supercopa do Brasil

Depois fechar o ano de 2021 com os títulos do Campeonato Mineiro, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, o Clube Atlético Mineiro conquistou seu primeiro titulo de 2022: a Supercopa do Brasil. E teve um gostinho mais que especial, sendo sobre o Flamengo, rival histórico vindouro desde os anos 80.

Nas arquibancadas a maioria era rubro-negra, algo previsível para quem joga contra o time carioca em qualquer lugar do país. Dentro de campo, como esperado, o equilíbrio veio pelos elencos recheados de grandes jogadores e os estilos dos seus respectivos treinadores: Paulo Sousa (Flamengo) e Antonio Mohamed (Atlético), que buscam jogar de maneira ofensiva e exigindo ao máximo de seus comandados. Na Arena Pantanal, em Cuiabá, a temperatura marcava, às 16hs, 34º .
A partida começou com o Flamengo jogando como de praxe, articulando suas jogadas com Arrascaeta e Éverton Ribeiro. E foi numa jogada arquitetada pelo uruguaio, pelo campo direito de ataque, que surgiu a primeira chance de gol do jogo e do rubro negro. A bola chegou  para Gabigol, que se enrolou no lance e deixou a bola para ser despachada pela zaga atleticana.

O Atlético não perdeu a chance de abrir o marcador ao 41 minutos. Guilherme Arana chutou rasteiro perto da entrada da área e fez Hugo espalmar para o meio da área. Nacho Fernández teve o trabalho apenas de tocar no canto direito e sair para comemorar com a torcida atleticana bem à sua frente.

No segundo tempo o Flamengo veio bem mais agressivo. Tanto é que em 18 minutos, virou o jogo com Gabigol, aos 10 minutos, após jogada iniciada novamente com Arrascaeta, e Bruno Henrique, aos 18, depois de receber um belo passe de Lázaro , que entrou no lugar do apagado Éverton Ribeiro.

Ledo engano pensar em abatimento na equipe mineira. 11 minutos depois do segundo gol do Flamengo, em uma bela articulação do meio campo do galo, Nacho Fernández cruzou para Vargas, que ajeitou para Hulk usar o pé direito e chutar sem chances de defesa para Hugo.

Depois disso cada time teve sua oportunidade de liquidar a partida: o Atlético com Jair e o Flamengo com Lázaro, mas ambos sem sucesso, levando a decisão para as penalidades máximas.

O Flamengo teve a seu favor quatro “match points” para sacramentar sua vitória e desperdiçou todos. Guga, Arão, Everson, Matheuzinho, Mariano, Fabrício Bruno, Godín e Hugo Souza perderam. O Atlético carregou mais sorte do que juízo na disputa.

No recomeço da disputa, Hulk bateu novamente e converteu seu pênalti. E quem perdeu pelo lado Rubro-Negro foi Vitinho.

O Atlético-MG conquista a Supercopa do Brasil, mais R$ 5 milhões, primeiro título da temporada e mantém sua torcida repleta de esperanças em 2022.
Ao Flamengo sobram dúvidas sobre como será essa temporada. Recebe R$ 2 milhões pela participação.
O jogo desse domingo reforça a tese de que esse dois times, além do Palmeiras, estarão brigando, lado a lado, nas principais competições do futebol brasileiro e sul-americano.

Foto: O HOJE.COM