Últimas Notícias

Justiça suspende Campeonato Cearense

O Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol no Estado do Ceará decidiu suspender, de forma imediata, o Campeonato Estadual deste ano. A decisão se mantém até o dia 11 de março, quando deverá ser anunciado o trânsito em julgado da ação de número 596/2022.

Para chegar a essa suspensão, o TJDF-CE atendeu a uma solicitação dos clubes Icasa e Maracanã, contra a equipe do Crato e a própria Federação Cearense de Futebol. O time da Região do Cariri está sendo acusado de manipular resultados. Para justificar a decisão, datada de 07 de março, o Tribunal alegou o prejuízo e a continuidade da competição poderia acarretar.

“Por derradeiro, a concessão liminar para suspender a competição por 05 (cinco) dias não trará prejuízo algum para o certame cearense. Prejuízo traria caso as partidas acontecessem, e, com o deferimento das medidas pelo Tribunal Pleno deste sodalício, com a consequente eliminação da equipe do Crato Esporte Clube, essas partidas tiverem de ser refeitas”, diz o documento.

Ainda na decisão, o TJDF suspende os resultados do certame e defende ainda a exclusão do Crato da disputa. Com isso, ele receberia WO em todas as partidas que disputou, o que mudaria a classificação final da competição.

Isso beneficiaria, diretamente, as duas equipes que apresentaram a ação. O Maracanã se classificaria para as quartas de finais no lugar do Iguatu, que venceu o Ceará e se classificou para as semifinais. Já o Icasa não seria punido (e rebaixado) por escalar o jogador Leandro Mendes de forma irregular, já que um dos cartões amarelos recebidos pelo atleta foi na partida diante do Crato.

Mesmo com a decisão, Caucaia e Iguatu entraram em campo, neste domingo, pela semifinal do Campeonato. A partida começou às 16 horas, minutos antes do TJDF divulgou o documento. A outra semifinal, entre Fortaleza e Ferroviário, aconteceria nesta terça-feira (08).

Foto: Juscelino Filho