Últimas Notícias

Taylor Fritz surpreende Nadal e vence seu primeiro Masters 1000 em Indian Wells

Neste domingo (20) Taylor Fritz quebrou a invencibilidade de 20 jogos do espanhol Rafael Nadal. Depois de 21 anos, um norte-americano volta a vencer em casa o torneio. O último havia sido André Agassi em 2001.

Antes da final o jovem americano quase não entrou em quadra, durante o aquecimento Fritz voltou a sentir o tornozelo, mesmo lugar que sentiu na semi-final contra Rublev. Do outro lado, Rafael Nadal estava com um desconforto na região da costela, o que fez o tenista chamar o fisioterapeuta na semi-final contra Carlos Alcaraz. Ambos os tenistas precisaram se superar para chegar a esta final, e quem aguentasse mais física e mentalmente sairia vencedor.

O jogo começou com o norte-americano muito bem, quebrando os dois primeiros saques e confirmando os seus. Nadal só conseguiu confirmar seu saque quando já estava 4/0. Mas não foi o suficiente para reverter a situação. Quando estava 5/1, Nadal conseguiu sua primeira quebra e em seguida confirmou seu saque, diminuindo para 5/3. Mas novamente sentiu um desconforto e precisou ser atendido. O espanhol chegou a tomar um remédio para a dor durante o primeiro set. No fim das contas, Fritz confirmou seu saque e fechou o primeiro set em 6/3.

No segundo set Nadal começou melhor e igualou o ritmo na partida. Chegou a ter uma quebra acima, mas não soube aproveitar. Nadal chegou a salvar um match point no game que levou o set para o Tie Break. Até a final, nenhum dos dois tenistas haviam perdido quando o set chegou ao tie break, neste caso, seria um desempate, e como todo o segundo set, o jogo se manteve equilibrado, com trocas de pontos e nenhum dos tenistas chegou a abrir 2 pontos até o momento de fechar. No seu segundo match point do jogo, primeiro no tie break, Fritz não deu chance pro azar e sacando muito bem conseguiu fechar a partida com 7×5 no Tie Break e conquistar seu primeiro torneio de Masters. Aos 24 anos, o norte-americano, que estava em 20º no ranking no inicio do torneio deu um salto e entrou no TOP 10, assumindo agora a 8º colocação.

Após o jogo, Rafael Nadal falou um pouco sobre o incômodo que estava sentindo e parabenizou Fritz pela vitória.

“Eu senti dor e um problema para respirar. Não sei se é alguma coisa na costela, ainda não sei. Quando estou respirando ou quando estou me movendo é como se eu tivesse sentindo uma pontada o tempo todo aqui dentro. Eu fico um pouco tonto porque é dolorido. É um tipo de dor que me limita muito. Não é só dor, eu não me senti bem porque afetava a minha respiração.”

Ele passou por algumas grandes partidas durante esta semana, especialmente ontem contra o Rublev. Muito crédito para ele na vitória de ontem que, na minha opinião, foi muito maior do que a de hoje porque ele teve um adversário muito mais duro pela frente. Ele também fez grandes partidas na Austrália este ano. Se não me engano, só perdeu para o Tsitsipas. É óbvio que ele está melhorando. Com esta vitória, é um grande começo de temporada para ele. Ele terá chance de estar muito perto do top 10 muito em breve

Rafael Nadal em coletiva após a partida

Com o final do torneio, onde tivemos diversas surpresas, tivemos algumas alterações interessantes no ranking. Na liderança, mesmo sem jogar, o sérvio Novak Djokovic voltou a assumir seu posto, já que Daniil Medvedev foi eliminado precocemente. Rafael Nadal voltou ao Top 3 depois de chegar a final do torneio. Alem do salto de Fritz, que saiu do 20º lugar para o 8º, continuamos vendo a ascensão do jovem Carlos Alcaraz, que com apenas 18 anos já figura na 15º colocação.