Últimas Notícias

Eintracht Frankfurt elimina o Barcelona da Liga Europa

O Barcelona de Xavi vinha de 03 meses sem derrotas, vice líder do Campeonato Espanhol  e considerado o favorito à conquista da Liga Europa.  No jogo de ida, o clube catalão empatou em 1 a 1 na casa do Eintracht Frankfurt. A classificação às semifinais estava bem encaminhada. Estava…

A eliminação do Barça em pleno Camp Nou hoje, começou, mesmo,antes do jogo. Os torcedores do clube alemão invadiram as ruas de Barcelona. Foi algo surpreendente, tratando-se de um clube sem tantas conquistas no futebol europeu. Estima-se que quase 30 mil torcedores do Frankfurt estiveram dentro do estádio e tornou um jogo fora como se fosse na própria Alemanha.

Quem acompanhou os últimos jogos do time de Xavi, notou algo de diferente. Confiança, técnica, disposição, velocidade estavam de volta ao Barcelona. O Real Madrid foi goleado por 4  a 0 no Campeonato Espanhol e chegaram até pensar em uma reviravolta na tabela, tal foi a mudança em relação ao que foi produzido nos tempos de Ronald Koeman.

A partida começou e logo aos 2 minutos de jogo, pênalti para o Frankfurt. Kostic bateu e fez 1 a 0.  O segundo gol veio com o atacante colombiano Santos Borré. Ele caminhou com a bola sem nenhuma intervenção e na entrada da área, chutou forte no ângulo direito de Ter Stegen. Na comemoração do gol, Borré apontava o número 19 do seu calção, uma homenagem a Freddy Rincón, jogador e ídolo colombiano que faleceu horas atrás na cidade de Cali, na Colômbia, vítima de acidente de trânsito.

O clube alemão fez o que, geralmente, os times fazem quando enfrentam o Barcelona no Camp Nou. Dão a bola ao adversário e esperam para contra atacar. Quase 40 minutos do primeiro tempo e a partida quase liquidada. A conhecida eficiência alemã nunca esteve tão presente em um jogo de futebol como se viu no Camp Nou hoje.

Esperava-se uma reação avassaladora do Barça no segundo tempo. Demorou apenas 21 minutos para o Frankfurt fazer o terceiro gol. Kostic dominou na área e chutou cruzado e rasteiro, sem chances de defesa  ao goleiro alemão Ter Stegen. Os olharem eram incrédulos pelo placar, cujo estádio estava tomado, na sua maioria, por torcedores alemães. A desclassificação da Liga Europa já era uma realidade nos corações e mentes dos torcedores do Barça, sendo minoria no próprio estádio.

Mesmo com os gols de Busquets e Depay, não houve mais forças e tempo suficientes ao empate e prorrogação, pelo menos. O objetivo agora é diminuir a diferença de 12 para 09 pontos ao Real Madrid, líder do campeonato espanhol. O Barcelona tem um jogo a menos. Mas nem mesmo o mais fanático torcedor pode imaginar uma conquista de título depois desse desastre.

O tempo agora será de conquistar o maior número de vitórias e terminar a temporada em condições de disputar a próxima Liga dos Campeões. A eliminação da Liga Europa, certamente, foi um duro golpe,também,aos cofres do clube e trouxe ao seu torcedor, principalmente, a noção da real condição do Barcelona no cenário europeu.

(Imagem: José Jordan/AFP)