Últimas Notícias

Corinthians é goleado pelo Palmeiras por 3 a 0. E terça feira enfrenta o Boca Juniors…

Antes da abertura da terceira rodada pelo Campeonato Brasileiro, Corinthians e Palmeiras tinham situações opostas na tabela. O alvinegro conquistou duas vitórias (Botafogo e Avaí). Já o alviverde havia conquistado apenas 01 ponto: derrota para o Ceará e empate com o Goiás. O jogo seria realizado na Arena Barueri, em razão do Allianz Parque ser utilizado para um Show previamente agendado.

O Palmeiras por ter apenas um ponto, tratava o jogo como deveria ser tratado: contra seu principal rival em SP, utilizando força máxima diante da presença da sua torcida (única no estádio) e a vitória necessária para afastar qualquer tipo de rumor, que causasse problemas na sua trajetória no próprio Campeonato Brasileiro e, até mesmo, na Copa Libertadores.

E quando um time não planeja sua temporada, como deve ser feita, ele é vítima de si próprio. O alvinegro de Parque São Jorge perdeu a primeira partida da Libertadores e isso já trouxe pressão ao jogo disputado na Arena Corinthians. Tanto é que ganhou de 1 a 0 do Deportivo Cáli e o gol da vitória foi contra e em um lance totalmente bizarro. Prova da dificuldade do clube em marcar gols contra adversários melhores qualificados.

Ontem, o técnico Vítor Pereira resolveu colocar um time misto diante do Palmeiras. Não há dúvidas sobre a preocupação do clube contra o Boca Juniors, na terça feira. Um resultado que não seja a vitória, poderá definir a própria temporada do Corinthians em 2022. O time titular já não é páreo ao time de Abel Ferreira faz muito tempo. E ontem a escrita se repetiu.

Dezoito minutos de jogo, dois escanteios cobrados por Raphael Veiga e dois gols de cabeça marcados: Gustavo Gómez e Rony deixavam suas marcas e a partida, praticamente, se encerrava ali.  2 a 0 no primeiro tempo foi pouco. O sistema defensivo atual é um convite aos adversários.

E o segundo tempo começou avassalador. Parecia que o Palmeiras perdia o jogo. Dois minutos de jogo, Zé Rafael acerta a trave e na sequência, a chance perdida do Dudu de ampliar o placar, retratava o momento da partida. O Corinthians é uma equipe sem esquema de jogo definido, carência de alma, fibra, raça, sem expiração e aspiração à nada.

Rony  empurrou a bola às redes  mas estava impedido, aos 24 minutos. Dois minutos depois, Dudu fez o terceiro gol. Mas o que chamou a atenção, de verdade, foi a origem da jogada. Zé Rafael dividiu uma bola com o zagueiro João Victor. Ganhou a disputa, seguiu à frente e lançou o camisa 7 na ponta direita. Correu em direção gol, ajeitou a bola e de pé esquerdo chutou no canto de Matheus Donelli. A bola ainda bateu no poste direito antes de entrar.

O Palmeiras agora foca na Copa Libertadores. Na quarta feira, pela 3ª rodada, enfrenta o seu adversário mais difícil, no Equador: o Emelec. Um empate deixa o time na liderança e em plenas condições de ser o 1º colocado na classificação da fase de Grupos.

Ao Corinthians essa derrota só potencializa problemas. Mais um insucesso frente ao seu maior rival. Vítor Pereira já havia poupado seus titulares visando a partida contra o Boca Jrs., terça feira, pela Copa do Brasil e empatou com a frágil Portuguesa (RJ). Ele puxou para si uma pressão do tamanho do Planeta. Derrota ou empate trarão um ambiente efervescente ao clube a ele próprio.  Sua continuidade como treinador,também. A temporada de 2022 pode ser definida na Arena Corinthians depois de amanhã. É esperar para ver.

Foto: César Greco / Palmeiras