Últimas Notícias

Botafogo ganha do São Paulo por 1 a 0 e sai do Z4

Alívio ! Esse foi o sentimento dos torcedores botafoguenses, ao término da partida, quando viram seu time triunfar diante do São Paulo por 1 a 0, gol de Kaíque, no Engenhão. A torcida compareceu em bom número, mesmo com os maus resultados e uma quinta-feira com feriado de Corpus Christi: público de 18.677 e renda de R$ 453.785,00.

Havia uma expectativa enorme quanto ao desempenho dos jogadores do Botafogo, depois da invasão do CT por integrantes de uma torcida organizada, na última quarta feira. Já o São Paulo defendia uma invencibilidade de 15 jogos.

Sabendo da importância do jogo, o Botafogo se impôs como deveria no seu estádio e o foco era vencer, de qualquer maneira. Logo aos 02 minutos, Saravia entrou na área e chutou por cima da trave de Jandrei e quase inaugurou o placar.

O time paulista respondeu com Wellington aos 16 minutos. Gatito fez uma boa defesa. Muita movimentação por ambas as equipes, marcação cerrada e poucas chances de gol. E o primeiro tempo terminou em 0 a 0.

O segundo tempo seria diferente. E novamente o Botafogo no 1º minuto, quase inaugura o placar. Kaíque veio pelo lado esquerdo do ataque, trouxe para o meio e quase fez por cobertura, não fosse pela boa colocação de Jandrei.

Lucas Piazon e Saravia exploravam bem os seus setores. O São Paulo atacava com Wellington e Rafinha e o Botafogo atacava esses espaços deixados.

Mas não foi pelas laterais que surgiu o gol do Botafogo e único da partida. Um contra-ataque puxado por Piazon, a bola foi trabalhada entre Erison e Kaique, que entrou driblando e chutando colocado ,sem chances de defesa para Vandrei.

As entradas de Rigoni, Reinaldo e Ígor Vinícius nos lugares de Luciano, Wellington e Rafinha não produziram efeito algum na tentativa de criação de jogadas que resultassem no empate. Aos 33 minutos, Calleri se aproveitou de uma saída errada da defesa do Botafogo e chutou rasteiro cruzado, perto do poste da meta de Gatito Fernandez.

Aos 35 minutos, Kaíque, autor do gol, saiu para entrada de Barreto, outro volante. O objetivo principal era manter o resultado e ganhar, mesmo não tendo um primor de atuação. A torcida do Botafogo vibrava e jogava junto com o time. A Diretoria pediu apoio do seu torcedor e obteve. Sabia da importância de vencer depois das derrotas nas últimas quatro partidas e a invasão do CT.

Fim de jogo e o Botafogo tirava um peso das suas costas. A vitória em cima do São Paulo, ainda sem ser brilhante, o tira do Z4 e traz uma temporária tranqüilidade, já que irá à Porto Alegre,no próximo domingo, enfrentar o Internacional de Mano Menezes, 3º colocado e 12 jogos sem perder.

O São Paulo não terá muito tempo para se lamentar. Enfrenta o Palmeiras duas vezes na próxima semana e no seu estádio.  Na segunda-feira, será pelo Campeonato Brasileiro e na quinta-feira, pela Copa do Brasil. Está chegando a hora da verdade aos times envolvidos em tantas competições.

A instabilidade apresentada pelo time paulista nos últimos jogos, mesmo invicto por 15 partidas, foi observada pelo seu próprio técnico. Ele sabe que as dificuldades daqui por diante, serão bem maiores.

Imagem: Jorge Rodrigues / AGIF