Últimas Notícias

Maratona de patins encerra os Jogos Sul-americanos de Esportes sobre Rodas, com brasileiros no pódio.

Brasil encerra a participação nos Jogos Sul-americanos de Esportes sobre Rodas com o 2º lugar geral, entregando excelente rendimento e grandes expectativas para os próximos desafios.

No último dia de disputas do campeonato foi realizada a prova de maratona sobre patins. Mais de 200 atletas representando 10 países participaram da corrida de 42 km. Atleta brasileiro conquista inédito ouro na categoria Master.

Atletas em prova. Fonte: Secretaria de Esporte de San Juan

Após quase 3 semanas de disputas envolvendo mais de 4.000 atletas de 15 modalidades de esportes sobre rodas, os Jogos Sul-americanos de Esportes sobre Rodas foi encerrado (domingo, 12/06/2022) com a tradicional maratona sobre patins. A prova foi realizada no Autódromo de Villicum, uma pista de corrida no meio do deserto Argentino na cidade de San Juan.
O Brasil participou da maratona com duas equipes. De um lado a Seleção Brasileira, com atletas selecionados em provas altamente competitivas e que participaram de diversas provas de pista durante os Jogos, com destaque para o atleta Guilherme Abel Rocha, de Brasília que conquistou o ouro na prova de 100 m. Na maratona, o melhor resultado da Seleção foi da atleta Camila Any Mazzocco, de Brasília que conquistou o segundo lugar na Categoria Maiores Feminino.

De outro lado, o time Brasil Speed Force, uma união de atletas especializados em provas de rua de longa distância e que faturaram ótimos resultados nesta maratona. Destaque para o atleta João Vicente Scarpin, de Florianópolis, que conquistou o ouro na categoria Master U50 (até 50 anos).
O Brasil Speed Force conquistou ainda outras 3 medalhas: 2º lugar na Master U60 (até 60 anos) com a atleta Andrea Salinas (São Paulo/SP) e 3º lugares para Alexandra Almeida (São Paulo/SP – Master U50) e Edson dos Santos Silva (São Paulo/SP – Master U40).

Atletas no pódio: João Vicente Scarpin (esquerda acima), Andrea Salinas (direita acima), Alexandra Almeida (esquerda abaixo), Edson dos Santos Silva (direita abaixo). Acervo pessoal.

“Esta é a primeira vez que um time de atletas avulsos se organiza de maneira tão competitiva e traz tantos resultados para o Brasil. Certamente isso irá incentivar outros patinadores que já estão em nível competitivo aqui no Brasil” afirmou o patinador campeão João Scarpin, que coordenou o time e já prepara-se para o próximo desafio.
Em novembro os mundiais serão realizados também na Argentina, dessa vez na capital Buenos Aires. João Scarpin já conquistou o 13º lugar nos mundiais de 2019 em Barcelona, última edição realizada devido a pandemia. “Dois anos é tempo suficiente de preparação. Agora eu quero o ouro!” afirmou o maratonista, que complementa estar trabalhando para levar a maior delegação de atletas para a capital dos Hermanos.

Atletas ‘medalhados’ Edson dos Santos Silva, Alexandra Almeida, Andrea Salinas e João Vicente Scarpin. Acervo pessoal.
Seleção e time Brasil Speed Force. Acervo pessoal.

Texto por João Vicente Scarpin